sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Muito além de uma biblioteca

A Biblioteca Popular Municipal da Ilha do Governador, o Centro Cultural Euclides da Cunha, localizada em Cocotá, é um espaço que não disponibiliza apenas a leitura, mas abriga belas exposições, oficinas e um auditório com isolamento acústico para 117 pessoas, tudo assinado pelo arquiteto Carlos Porto.

Centro Cultural Euclides da Cunha
O Espaço, que hoje é uma referência cultural do Rio, existe graças à dedicação de um grupo de funcionários, como Dona Deolinda Maria Melo de Avelar, que dedica a sua vida à Biblioteca há 39 anos.

Deolinda Maria Melo de Avelar
Dona Deolinda conta que já foi professora do município e deixou de lecionar para gerenciar a Biblioteca, onde está até hoje. Ela disse que tudo começou na Rua Apapóris, na Praia da Bandeira, numa casa pequena. Mas uma chuva forte danificou a estrutura da construção e obrigou a mudança de local. E contou com apoio de outros funcionários que tomavam conta da biblioteca enquanto Dona Deolinda procurava autoridades para conseguir novo espaço. Depois de muita insistência, ela conseguiu que a prefeitura cedesse um espaço na Rua Abeilard Feijó, em Cocotá, com mais de 70 metros quadrados. Em 1996, a Biblioteca mudou-se para Praça Danaides, onde funciona até hoje. Nas estantes da Biblioteca existem cerca de 15 mil livros que servem de leituras para os jovens que desejam um local tranquilo para estudar ou mesmo acessar a Internet pelos computadores no local.

Nas estantes da Biblioteca existem cerca de 15 mil livros
No espaço existem ainda diversos cursos gratuitos como: esperanto, desenhos, pintura, manequim e uma escola de música oferecida pelo Instituto Staumbor, ministrado pelo professor Ricardo Ferreira Mirapalheta.

Escola de música oferecida pelo Instituto Staumbor
No momento, a Biblioteca está com uma exposição de grandes fotógrafos do Rio de Janeiro com o título "Fotógrafos de Expressão 2018"

Exposição de fotógrafos do Rio 
A exposição abrange um universo muito grande de produções e imagens que mostram fotos de diversos fotógrafos da cidade carioca.

    As imagens mostram fotos de diversos fotógrafos residentes no grande Rio. 
A diversidade de temas também é um traço marcante da exposição, pois o público poderá observar produções sobre culturas, arquiteturas, lugares, paisagens urbanas, paisagens naturais, gente e locais, entre outros. 

A diversidade de temas é um traço marcante da exposição
A exposição que começou no dia 03 de fevereiro e ficará na Biblioteca até o dia 28 do mesmo mês.

A exposição abrange um universo muito grande de produções e imagens 
Quem quiser ver belas fotos e conhecer a Biblioteca Popular Municipal Euclides da Cunha, pode visitá-la de segunda a sexta, das 9h às 17h; e sábados, das 10h às 16h. Endereço: Praça Danaides, s/n - Bairro do Cocotá, Ilha do Governador. O telefone para informações é 3368-7797. E-mail: biblioeuclidesdacunha.cultura@gmail.com
(Por Luiz Martins)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Copyright © JORNAL IMPACTO | Suporte: Mais Template